Home Blogs Dominando a segurança da API: Da descoberta à defesa
Applications

Dominando a segurança da API: Da descoberta à defesa

About The Author

Outline

As interfaces de programação de aplicativos (APIs) servem como a ponte entre diferentes aplicativos de software, permitindo que eles se comuniquem e compartilhem dados sem problemas. Eles definem os métodos e protocolos de como os componentes de software devem interagir, permitindo que os desenvolvedores integrem sistemas e funcionalidades diversos. As APIs são cruciais nos ecossistemas tecnológicos modernos porque capacitam as empresas a melhorar a eficiência, promover a inovação e expandir seu alcance digital. Ao facilitar a interoperabilidade entre diversas aplicações, as APIs simplificam os processos, permitem o desenvolvimento de novos recursos e, finalmente, contribuem para a criação de experiências digitais mais dinâmicas e interconetadas para os usuários.

O crescente significado e crescimento das APIs no cenário digital de hoje as tornou um alvo principal para os cibercriminosos que buscam explorar vulnerabilidades e usar APIs de uso indevido. A exploração bem-sucedida da API pode levar a consequências graves, incluindo violações de dados, interrupções de serviços e sistemas comprometidos, representando riscos significativos para as empresas e seus clientes. O escalonamento no tráfego e ataques da Web API é evidente, com o último Relatório de estado de API do Postman mostrando que 30% das empresas relatam eventos relacionados à segurança da API ocorrem trimestralmente (ou mais). A Venture Beat também estima que as vulnerabilidades da API custam $75 bilhões de dólares por ano em todo o mundo.

Descubra e monitore suas APIs antes que os invasores as descubram

Em uma pesquisa recente realizada pelo Ponemon Institute, 54% dos participantes da pesquisa acham difícil identificar e catalogar todas as APIs. As pressões da inovação rápida, em ambientes de aplicativos híbridos, muitas vezes levam à criação de APIs que não são documentadas ou fazem parte de qualquer processo de governança adequado, levando as organizações a perder o controle sobre a diversidade de APIs em uso e sendo oferecidas. Então, para proteger suas APIs, primeiro você precisa descobri-las antes que seus invasores façam – você não pode proteger o que não consegue encontrar.

“A segurança da API é complicada pelo fato de muitas organizações não terem um inventário das APIs que fornecem ou das APIs que usam.”

Segurança da API: O que você precisa fazer para proteger suas APIs, Mark O’Neill; Dionisio Zumerle; Jeremy D’Hoinne, 13 de janeiro de 2023.

GARTNER é uma marca registrada e marca de serviço da Gartner, Inc. E/ou de suas afiliadas nos EUA e internacionalmente e é usada aqui com permissão. Todos os direitos reservados.

Aplicativos móveis e web são um bom lugar para começar. Outras áreas a serem analisadas são integração de aplicativos, APIs em desenvolvimento, mas ainda não publicadas, e quaisquer APIs de terceiros que sua organização usa.

Depois de descobrir suas APIs, você precisa categorizá-las para análise e medição adequadas. Isso também inclui monitoramento de tráfego e padrões de uso da API – picos de tráfego anômalos e solicitações repetitivas, por exemplo – para deteção precoce de atividades suspeitas. O Gartner sugere o uso dos seguintes critérios para categorização no Gartner API Security 2023: O que você precisa fazer para proteger seu relatório de APIs:

What You Need to Do to Protect Your APIs

Práticas recomendadas para aprimorar a segurança da API

Para reforçar a segurança da API, é essencial que sua organização adote uma abordagem de segurança contínua e holística em todas as fases do ciclo de vida da API. Considere as seguintes recomendações:

  • Implementar mecanismos robustos de autenticação e autorização: Aplicar mecanismos robustos de autenticação e autorização é um passo fundamental na prevenção do abuso de API. Implemente um gerenciamento de chaves de API forte e aplique o princípio de menor privilégio, garantindo que cada chave de API tenha acesso limitado apenas aos recursos necessários. Utilize protocolos padrão do setor como o OAuth 2,0 para lidar com a autorização de forma segura e evitar confiar apenas em chaves API simples.
  • Limitação de taxa de implementação: Reduza os ataques DDoS de aplicativos implementando limitação de taxa, o que restringe o número de solicitações que um cliente pode fazer dentro de um período de tempo específico. Essa medida ajuda a gerenciar o fluxo de solicitações de API, evitando sobrecarga e garantindo uma alocação justa de recursos para usuários legítimos, ao mesmo tempo em que desencoraja os abusivos.
  • Utilizar firewalls de aplicativos da Web (WAF) e gateways de API: Usar o WAAP (Web Application and API Protection) e gateways de API pode melhorar significativamente a postura e a governança de segurança da API. Os WAAPs inspecionam solicitações de API recebidas, filtrando tráfego potencialmente prejudicial com base em regras de segurança predefinidas para identificar ataques de aplicativos (por exemplo, SQLi e RCE). Os gateways de API atuam como intermediários entre clientes e servidores de back-end, fornecendo uma camada adicional de segurança e permitindo controle e monitoramento centralizados.
  • Realizar auditorias regulares de segurança e testes de penetração: Auditorias regulares de segurança e testes de penetração são fundamentais para identificar vulnerabilidades e fraquezas em sua infraestrutura de API. Envolva especialistas em segurança para simular ataques do mundo real e avaliar a eficácia de suas medidas de segurança. Aborde imediatamente quaisquer problemas identificados para reforçar a resiliência dos seus sistemas.

Recursos avançados de segurança da API do Edgio

A solução de segurança de API do Edgio descobre e protege as APIs corporativas contra ameaças em evolução. Ao integrar-se perfeitamente aos fluxos de trabalho do desenvolvedor, ele melhora o desempenho do aplicativo e acelera a velocidade de lançamento.
Com o crescimento exponencial de APIs em microsserviços e arquiteturas nativas da nuvem, muitas empresas não têm visibilidade em seu cenário de API. O Edgio aborda esse desafio usando o machine learning (ML) para inspecionar padrões de tráfego de aplicativos, garantindo a descoberta, o gerenciamento e a segurança dos endpoints da API.

Fornecido como parte de uma solução holística de Proteção de API e aplicativos da Web (WAAP), os recursos de descoberta de API com ML da Edgio permitem integração e gerenciamento fáceis de endpoints de API. Uma vez integrada, a API Security do Edgio oferece vários recursos que fortalecem a postura de segurança da API, incluindo a imposição de criptografia, limitação de taxa de API e outros controles, garantindo práticas de segurança consistentes e reduzindo o risco de acesso não autorizado e outras formas de abuso de API.

Além disso, o Edgio oferece um modelo de segurança positivo por meio da validação de esquema de API, garantindo que solicitações de API inadequadamente especificadas sejam bloqueadas. Isso evita erros e exploração de ataques como injeção de SQL, injeção CMD e até ataques de dia zero, além de filtrar chamadas de API maliciosas para proteger o desempenho do aplicativo.

Como parte do Dual WAAP do Edgio, a solução capacita o DevSecOps a testar e validar alterações de esquema de API na produção de forma eficiente em um modo de auditoria. Isso diminui o risco de bloquear tráfego legítimo e acelera o tempo médio de resolução (MTTR) quando uma vulnerabilidade é descoberta, permitindo testes rápidos, bem como a implantação de alterações de regras em toda a rede (em menos de 60 segundos).

Atamento

À medida que as APIs continuam a desempenhar um papel integral no desenvolvimento de software moderno, o risco de abuso de API cresce a cada dia. Ao implementar proativamente medidas de segurança robustas, as organizações podem detetar e mitigar eficazmente o abuso de API, protegendo seus sistemas e protegendo dados confidenciais de agentes mal-intencionados.

Descobrir APIs torna-se um passo fundamental nessa estratégia de defesa. A descoberta de APIs, o processo de identificação e catalogação de APIs, permite que as organizações avaliem os riscos de segurança associados a cada API. Entender a diversidade de APIs em uso é crucial, pois constitui a base para medidas de segurança subsequentes. Sem uma compreensão clara das APIs no ecossistema, as organizações podem ignorar potenciais vulnerabilidades, criando lacunas em sua postura de segurança.

Em seguida, adotar uma abordagem de segurança contínua e holística em todas as fases do ciclo de vida da API, com medidas que incluem autenticação forte, monitoramento abrangente, limitação de taxa e auditorias regulares de segurança, é essencial para garantir a integridade, disponibilidade e confidencialidade das APIs. À medida que o cenário de ameaças evolui, manter-se vigilante e atualizar continuamente suas estratégias de segurança é vital para manter uma defesa robusta contra o abuso de API.

O Edgio oferece uma solução avançada de segurança de API, aproveitando O ML e recursos integrados para fornecer proteção robusta contra abuso de API e ameaças emergentes. Fale hoje com um de nossos especialistas em segurança para descobrir como a Edgio pode ajudar a proteger todo o seu ecossistema digital e a manter a confiança de seus clientes.